29/03/12 – sofá

 

Mustafá, alibigode, naufrágio
O dicionário do além mar tomava seus últimos provérbios licorosos quando foi arrebatado respectivamente por um tumor e pela improbabilidade.
roxo
(a palavra acima nasceu fruto de um “colar” (aquele do CTRL+V) acidental que revelou o que devia estar há dias na fria memória do aparato eletrônico. O que será que ela qualificava e agora já não mais qualifica porque está aqui sozinha na esquina da vida?)
Ai meu pai, a preguiça deu um moche ni mim.
Todos aqueles que aqui estão, eles passarão – eu passarinho.
(rip millor)
Todos os nabos devem ser respeitados.
(hippie alaor)
Beatriz não falava benzadeus desde quando bebia tubaína jogando Altered Beast.
Ai meu pai, agora a leseira me aplicou um canga-leitão no cangote.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>