10-01-12 – de noite

Macheteiro, maluco, Munhoz

A gente se encontra na toca da matilha.
(Título) (Convite indecente) (Preparação para um duelo) (Narração de Jesseu Anatus sobre sua suposta epifania naquela caverna malcheirosa repleta de cães) (Todas as anteriores)

Acertou quem disse “Ahn”. Mesmo que tenha sido somente para consigo. E com qualquer entonação proposta.

Estamos bonzinhos hoje, não acostuma não.
(Não é verdade Precious? É, é verdade. Eles não é do mal, Precious. Nós ajuda eles a ser vitoriosos.)
O bode espiatório espiava até a limpeza de cascos da sua tatara-cabra-vó. Nunca houve nos anais da natureza um maior representante da espiança.

Já o bote ex-piatório não deu mais um pio desde que levou a aldeia toda pelo mal caminho. Nunca houve nos anais dos objetos mais abjeto crime e mais penitentes votos.
Murciélago ou morciélago? Qual delas nos brinda com uma cantante encantadora existência?

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>